sábado, Setembro 19, 2009

O 5º Poder - a promoção a 4º

Nada existe de mais razoável, diria mesmo exemplar, que o comportamento da Presidência da República. Suspeitando que está sob escuta e no cumprimento do seu dever de responsabilidade democrárica apressa-se a apresentar denuncia...ao Público.

Folgo saber que a privatização da Justiça em Portugal finalmente ocorreu, e que a partir de agora o Público é o local onde os processos de investigação criminal têm início. Até porque os jornalistas são normalmente pessoas menos carrancudas que os polícias e ficam melhor na televisão. E então que os juíses, nem se fala.

Ainda vai demorar algum tempo até que a velhinha assaltada na rua grite, "Público!", em substituição do arcaismo "Polícia!", mas é já um primeiro e inovador passo da Presidência da República.


Cartoon encontrado aqui








A justiça ficará seguramente mais célere, uma vez que dispensaremos os advogados, os processos, e outras fontes de atraso judicial. Evitaremos também as quebras de segredo de justiça, uma vez que o primeiro passo processual após receber denuncias será publicá-las. O passo seguinte ficará a cargo da opinião pública.

Espera-se também que a recuperação da figura do linchamento público contribua para aliviar o problema das cadeias.

terça-feira, Agosto 15, 2006

Ser é ser breve e inconstante

Os meus olhos são já cínicos demais.
Não é justo que aprendas a olhar por eles,
ainda não.
Agora é ainda tempo de fé,
de pulsar nas veias e
bater de coração.